Arquivo para julho, 2009

Saudações…

Olá, Amados!

Após alguns dias… eis o retorno!

Informamos sob a atualização do ” nosso espaço virtual”.  Houve a atualização das páginas AGENDA e VÍDEOS /CLIPES. 

Esperamos que os irmãos tenham sentido saudades…

PARTICIPEM! Comentem as postagens e enviem e-mails (casaispiba@hotmail.com) com sugestões e informações. 

Contamos com a participação dos irmãos.

Esse  espaço é nosso!

Que Deus nosso Senhor nos abençoe. 

Amém!

Anúncios

Charles Spurgeon sobre Chorar por Jesus

chs_in_pulpit

Muitas pessoas reagem ao filme A paixão de Cristo com choro e prantos, diante do sofrimento de Jesus. Billy Graham chorou, o papa chorou; bem, quase todo mundo chorou em face do sofrimento de Jesus.

Isso não é algo novo. Quando Jesus encaminhava-se para a cruz, “seguia-o numerosa multidão de povo, e também mulheres que batiam no peito e lamentavam” (Lc 23.27). Como Cristo reagiu a isso? Será que ele encorajou esse ato como sendo demonstração de genuína piedade? “Porém Jesus, voltando-se para elas, disse: Filhas de Jerusalém, não choreis por mim; chorai, antes, por vós mesmas e por vossos filhos!”

Spurgeon falou sobre os prantos por Jesus, ao pregar sobre Lucas 23.27-31:

“Você não deve chorar tanto porque Jesus morreu, mas porque seus pecados fizeram com que fosse necessário que ele morresse. Você não precisa prantear pela crucificação, mas porque as suas transgressões e seus pecados prenderam o Redentor no maldito madeiro. Chorar pela morte do Salvador é lamentar a redenção; seria mais sábio lamentar por uma doença. Chorar pela morte do Salvador é molhar a faca de um cirurgião com lágrimas; seria melhor lamentar pela disseminação dos pólipos que aquela faca deve cortar. Chorar pela morte de Jesus enquanto ele vai para a cruz é lamentar por aquilo que deveria ser o maior motivo de alegria que os céus e a terra já conheceram; suas lágrimas não são tão necessárias ali; elas não são naturais. Um pouco de sabedoria te fará trocar esse choro por brados de alegria por sua vitória sobre a morte. Se nós devemos continuar com nossas tristes emoções, devemos, então, lamentar por termos quebrado a lei que Ele valorosamente validou; lamentemo-nos porque deveríamos ter suportado a pena que Ele, por nós, teve de suportar… Oh, irmãos e irmãs, esta é a razão pela qual nossas almas devem lamentar: porque quebramos a lei divina de tal forma que se tornou impossível a nossa salvação, exceto pelo sofrimento e pela morte de Cristo Jesus”.

By: http://blog.monergismo.com/?p=41

Nuvem de tags