A reunião de CASAIS, sábado, 12 de dezembro, foi realizada na casa dos irmãos Valdir e Sirlei. O evento marcou a despedida oficial do casal Juswiak. O encontro contou com vários casais e convidados…

… Confiram as fotos:

Fora da prisão

Liberta-me da prisão, e renderei graças ao teu nome. (Sl 142.7.)

 

Prisão é muito mais do que aquele cubículo onde se coloca o culpado de algum crime. Pode ser uma situação temporária de intenso sofrimento para o qual parece não haver alívio de espécie alguma. Pode ser uma enrascada na qual se cai e da qual parece impossível sair devido ao emaranhamento das circunstâncias. Pode ser algum período de angústia insuportável, sem abertura, sem janela, sem sol, sem claridade. Pode ser a “prisão de Deus”, nome dado pelos antigos à doença. Pode ser a escravidão ao álcool, às drogas, à pornografia. Pode ser as quatro paredes da imaginação, dentro das quais nós mesmos nos colocamos.

Frente a qualquer tipo de encarceramento, a prece é a providência mais fácil e mais promissora. Foi o que o salmista fez: “Liberta-me da prisão e renderei graças ao teu nome” (Sl 142.7). Pois prisão é prisão mesmo. Nela não há portas abertas nem alçapões escancarados. Somente Deus pode soltar as algemas, adormecer profundamente os guardas e abrir os portões de ferro (At 12.6-12).

Além de dar comida aos famintos e de levantar os abatidos, “o Senhor liberta os presos” (Sl 146.7). É Ele que tem quebrado as correntes, despedaçado as portas de bronze e rompido as trancas de ferro para soltar o seu povo no correr da história (Sl 107.14-16). O próprio salmista é um dos agraciados: “Senhor, livraste-me das minhas correntes” (Sl 116.16). Por mais reforçada que seja, a prisão prende apenas a pessoa, não a sua súplica!

Retirado de “Refeições Diárias com o Sabor dos Salmos” (Editora Ultimato, 2006).

Reunião de Casais: sábado dia 21 de novembro, realizada, na casa dos irmãos Igor e Polyana,

Confiram as fotos deste encontro:

Reunião de casais na casa dos irmãos Valdir e Sirlei, Sábado dia 12/12/2009, ás 19:30h.

Reunião especial de fim de ano!  – Ver lista no e-mail dos irmãos.

Casais da PIBA, participem!   

Se vocês desejam ficar firmes na verdade, busquem adquirir um entendimento dela. Um homem não pode ficar firme em alguma coisa, a menos que ele a tenha compreendido. Eu jamais quero que vocês tenham a fé daquele mineiro que certa vez foi indagado quanto ao que acreditava; ele disse que acreditava no que a Igreja acreditava. “Bem, mas no que a Igreja acredita?” Ele disse que a Igreja acredita no que ele acredita, e ele acredita no que a Igreja acredita, e assim forma-se um círculo interminável.

Nós não queremos que vocês tenham esse tipo de fé. Pode ser até ser uma fé muito pertinaz, muito obstinada, mas é uma fé muito tola. Nós queremos que vocês entendam as coisas; que adquiram um verdadeiro conhecimento delas.

A razão por que os homens abandonam a verdade em troca do erro é que eles não entenderam realmente aquela verdade. Em nove casos de cada dez eles não a abraçaram com mentes iluminadas.

“Deixem-me exortá-los, pais, naquilo que está ao alcance de vocês, a darem aos seus filhos instrução sólida nas grandes doutrinas do evangelho de Cristo.”

Deixem-me exortá-los, pais, naquilo que está ao alcance de vocês, a darem aos seus filhos instrução sólida nas grandes doutrinas do evangelho de Cristo. Eu creio que o que Irving disse certa vez é uma grande verdade. Ele disse: “Nestes tempos modernos vocês se gabam e se gloriam, e vocês pensam que estão em uma condição elevada e honrada, porque vocês têm suas escolas dominicais, suas escolas públicas, e todo o tipo de escolas para ensinar os mais jovens. Eu lhes digo”, disse ele, “que por mais filantrópicas e elevadas que estas coisas sejam, elas são símbolos da desgraça de vocês; elas mostram que a terra de vocês não é uma terra onde os pais ensinam os seus filhos em casa. Elas mostram que há uma ausência de instrução paterna; e apesar delas serem coisas boas em si, estas escolas dominicais são indicações de que há algo errado, porque se todos nós ensinássemos nossos filhos não haveria nenhuma necessidade de estranhos terem que dizer a nossos filhos: “Conheçam a Deus.”

Espero que vocês nunca abandonem aquele excelente hábito puritano de catequizar seus filhos em casa. Qualquer pai ou mãe que renuncia completamente a ensinar um filho, em favor de outra pessoa, cometeu um erro. Não existe professor que queira liberar um pai daquilo o pai deveria fazer! Ele é um assistente, mas nunca um substituto. Ensinem seus filhos; exponham novamente seus velhos catecismos, porque eles são, no final das contas, meios abençoados de instrução, e a próxima geração deve ultrapassar aqueles que a antecederam, uma vez que a razão porque muitos de você são fracos na fé é esta: que vocês não receberam instrução na sua juventude nas grandes coisas do evangelho de Cristo. Se tivessem recebido, vocês teriam sido tão bem fundamentados, e assentados, e firmados na fé que nada poderia, por quaisquer meios, movê-los.

Eu suplico-lhes então: Compreendam a verdade, e então será muito mais provável que vocês permaneçam firmes nela.

C.H. Spurgeon

Reunião de Casais: sábado dia 21 de novembro, 13ª Reunião, na casa dos irmãos Igor e Polyana, às 19h30min.

Endereço: Av: Dr. Calil, Qd 32 Lt 11 – ( Ao final da Av: Dona Elvira,  aquela que sai da rotatória da igreja católica do Setor Santa Maria. Dessa forma, após a subida da rua vire à direita) – Bairro São Carlos.

Clique na imagem para ampliá-la

Casais da PIBA e convidados, participem!

Olá, Queridos Casais e visitantes.

Agora vocês podem parabenizar os seus irmãos pelo dia do “SIM” … Na página ANIVERSÁRIO.

 Acessem!

Obs: Os que não têm data divulgada, favor entrar em contato com os líderes de comunicação dos casais.

Nuvem de tags